O Labirinto da Percepção

O Labirinto da Percepção

O Labirinto da Percepção

O Labirinto da Percepção – 2018

A instalação remete à expansão da mente para diferentes horizontes, de modo que, retrata o momento de gradual e obstruída transição relativa ao aumento de perspectiva e saída de um plano unidimensional, assim como a assemblage, a qual propõe a interação simultânea entre elementos unidimensionais e bidimensionais.


Raffaella Ferraz Oppici, nascida em 28 de julho de 2000, na cidade de São Paulo, cursa o primeiro ano de Artes Visuais na Unesp, tendo a instalação do Quilombo Groove como primeira exposição e primeiro contato com a Assemblage.

Fabiane Vilar, nascida em 06 de junho de 2000 em Indaiatuba, utiliza do pseudônimo Eva Narlin, tendo seu primeiro contato com Assemblage em sua segunda exposição, tende seu interesse à arte corporal e uso do corpo como meio de concretização de sua arte.

Isabela Hueara Carneiro, nascida em Campinas em 12 de setembro de 1999 teve seu segundo contato com instalações de arte graças ao Quilombo Groove.

proacsp
prefeitura-bauru
cidade-movimento-bauru
top-fm
eme-d
secretaria-cultura-governo-sp